ONDE ESTAMOS:

Rua Visconde do Rio Branco, 94- Centro
REFERÊNCIAS- Ginásio de Esportes, Posto Ipiranga e Escola Narciso

terça-feira, 10 de julho de 2012

POR QUE AS PESSOAS BOAS MORREM?


                
                Nos anos que passei na PIBA, tive experiências tristes ao perder pessoas muito amadas por toda igreja. A primeira perda foi um líder de adolescentes que faleceu em um acidente de carro. Depois, em um período curto (alguns meses), três líderes da igreja faleceram. Dois pela mesma doença e outro foi brutalmente assassinado. Uma jovem morreu de forma inesperada. Uma adolescente e uma menininha faleceram depois de um período de luta contra o câncer.

            Lembro que às vezes a igreja estava assustada e se perguntava como Deus permitiu isso. Você já fez essa pergunta? Por que Deus leva crentes fiéis (essa é minha definição para “pessoas boas” do título), às vezes de forma repentina, ou cedo demais aos nossos olhos?

            “Os homens justos morrem, e ninguém dá importância. Morrem cedo os que obedecem a Deus, e ninguém se incomoda ou procura saber por quê...” (Is 57:1- VIVA).

            Na verdade, esse tipo de questionamento mostra o quanto valorizamos esse mundo. Achamos que estar aqui é o melhor para as pessoas. Um prêmio para aquelas que vivem fielmente a Deus. Mas a verdade é o contrário.

“... homens piedosos são tirados, e ninguém entende que os justos são tirados para serem poupados do mal.
Aqueles que andam retamente entrarão na paz; acharão descanso na morte.” (Is 57:1-2- NVI).

            Esse texto mostra que quando Deus leva um justo é a melhor coisa que lhe poderia acontecer! Essa pessoa não mais sofrerá com esse mundo caído, e vive na eternidade com Deus, no céu, no paraíso (Ap 21:1-4)!

            Quando entendermos que esse mundo é passageiro, que nossa pátria está no céu (Hb 11:13-16), então não vamos mais questionar quando um crente morrer, mas vamos agradecer pelo livramento que ele recebeu. Lembrar disso não vai só nos consolar na morte do justo, mas nos ajudar a viver desapegados a esse mundo (Mt 6:19-21).

Pr. Ricardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário